Notícia 22/03/2017

MS: Secretário diz que vai reorganizar escala de pediatras

 

Especialistas ganham acréscimo de até R$ 500 por plantões de 12h. 
Baixa remuneração é um dos motivos do desinteresse dos profissionais. 
A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (Sesau) afirmou que precisa de 234 pediatras para fechar o quadro. Atualmente, a rede municipal tem 76 especialistas nesta área. Mesmo assim, o secretário Marcelo Vilella disse que pretende reorganizar as escalas para colocar pediatras, 24 horas por dia, em quatro unidades. Na manhã desta terça-feira (21) apenas duas das 10 unidades contavam com os profissionais. 
De acordo com o Sindicato dos Médicos (Sinmed), a baixa remuneração é um dos motivos por não haver mais pediatras trabalhando de manhã e à tarde nas unidades de da capital de Mato Grosso do Sul. A maior parte desses profissionais atende à noite. 
Até dezembro de 2016, os pediatras recebiam cerca de R$ 600 pelo plantão de 6 horas. Mas desde janeiro, a bonificação foi cortada e a categoria está recebendo R$ 200 a menos. 
Segundo a Sesau, não houve nenhum corte de bonificação por parte da atual gestão. Os médicos pediatras recebiam um acréscimo de R$ 208 por plantão, além dos valores pagos, por força de um decreto que terminou no dia 31 de dezembro de 2016 e essa despesa não foi incluída no orçamento deste ano. 
Atualmente, o pediatra continua recebendo um acréscimo de R$ 500 por plantão de 12 horas no fim de semana e feriados e/ou de R$ 250 para o plantão de 6 horas.

Fonte: (G1)

Total de visita(s): 191

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site.
Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.