Dica de Saúde 24/02/2021 16:26

9 sinais de leucemia para você ficar de olho no diagnóstico precoce

O diagnóstico precoce da leucemia aumenta as chances de cura da doença, conheça os principais sintomas.

De forma resumida, a leucemia é um tipo de câncer que afeta os leucócitos (células de defesa do organismo). A doença pode acometer pessoas de qualquer idade e é o tipo de câncer mais comum em crianças. Contudo, se tratada logo no início, as chances de cura são altas.

Segundo o hematologista e especialista em transplante de medula óssea Alexandre Caio, mesmo as leucemias agudas, que são muito graves, têm chance de cura. As crônicas não têm cura, mas a medicina tem formas de controle muito eficazes. Com o diagnóstico precoce as chances de cura da leucemia são de 90% para as crianças e de 50% para adultos de até 60 anos.

Existem diferentes tipos de leucemia e, muitas vezes, os sintomas iniciais podem demorar a aparecer ou serem leves a ponto de serem confundidos com um resfriado. Por isso, é fundamental estar atento aos primeiros sinais da doença para obter o diagnóstico precoce. Confira abaixo quais são os principais sintomas da leucemia.

9 principais sinais e sintomas de leucemia

Os sintomas da leucemia podem variar dependendo do tipo da doença. Abaixo, nós iremos listar apenas os mais comuns. Mas, lembre-se de consultar o médico sempre que suspeitar que algo possa estar errado com a sua saúde.

1. Mudança de comportamento

No caso das crianças, é importante observar qualquer mudança no comportamento, pois elas podem não expressar verbalmente os incômodos. Assim, caso a criança comece a apresentar cansaço constante e não queira mais correr ou brincar, procure um pediatra. Outros sintomas que devem ser investigados nas crianças são infecções recorrentes, palidez e hematomas pelo corpo.

2. Cansaço e fraqueza persistentes

A fadiga excessiva também é um sinal de alerta para os adultos. Pois, com a superprodução de células cancerígenas, o sangue fica sem quantidade suficiente de glóbulos vermelhos, o que leva à anemia e, consequentemente, à fadiga, fraqueza e palidez.

3. Infecções frequentes e febre

Devido à produção de células brancas “defeituosas”, a leucemia deixa o organismo mais vulnerável a infecções. A febre, porém, pode ser causada tanto por essas infecções oportunistas quanto pela própria leucemia.

4. Gânglios linfáticos inchados

Conhecido popularmente como íngua, o inchaço dos gânglios, principalmente no pescoço, axilas e clavícula, pode ser um sintoma de leucemia.

5. Sangramentos e hematomas

A produção das células cancerígenas também afeta a quantidade de plaquetas no sangue. Isso interfere no processo de coagulação e, portanto, pode causar sangramentos no nariz e nas gengivas e deixar a pele mais suscetível a hematomas.

6. Manchas vermelhas na pele

As chamadas petéquias, pequenas manchas vermelhas, também podem aparecer devido ao sangramento sob a pele.

7. Sudorese noturna

Suar excessivamente, principalmente à noite, é outro sinal de alerta.

8. Desconforto abdominal

Uma das funções do baço é destruir as células defeituosas do sangue. Por isso, é comum que, com a leucemia, ele aumente de tamanho e chegue a provocar desconforto e até mesmo dor abdominal.

9. Dor nos ossos e/ou nas articulações

Por fim, dores nos ossos também podem ser sinais de leucemia, pois a produção dos glóbulos brancos cancerígenos é feita na medula óssea, localizada no interior dos ossos.

Estima-se que ocorram cerca de 8 mil novos casos de leucemia por ano no Brasil. A incidência de leucemia aguda é maior em crianças pequenas e em idosos com mais de 65 anos. Por isso, é importante manter os exames em dia e ficar atento aos possíveis sinais da doença.

 

 

Fonte: (terra notícias)

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site.
Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.