Notícia 11/08/2017

Mercado: Pioram projeções para o déficit em 2017 e 2018

Instituições financeiras ouvidas pelo Ministério da Fazenda para o relatório Prisma Fiscal pioraram as projeções para o resultado fiscal deste e do próximo ano. A estimativa é que o governo central registre um déficit primário de R$ 154,841 bilhões em 2017, ante estimativa de déficit de R$ 145,268 bilhões no relatório anterior. Para 2018, a projeção para as contas públicas do governo central - que reúne Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência - é de déficit de R$ 130,527 bilhões. A estimativa anterior era de um déficit um pouco menor, de R$ 129 bilhões para 2018. O relatório, com dados coletados até o 5º dia útil de agosto, o mercado financeiro espera que a dívida bruta, principal indicador de insolvência observado pelo mercado internacional, fique em 75,90% do PIB em 2017. A projeção anterior era de 75,60% do PIB. Para 2018, a projeção é de que a dívida bruta fique em 79,06% do PIB, contra 78,67% no relatório anterior. Com dificuldades, sobretudo pelo lado das receitas, para fechar as contas públicas este ano, a equipe econômica tem sido pressionada a elevar a projeção de déficit primário tanto para 2017 quanto para 2018. A meta fiscal do governo central, por enquanto, é de déficit primário de R$ 139 bilhões em 2017 e de R$ 129 bilhões em 2018. As instituições financeiras ouvidas pelo governo esperam para agosto um déficit primário de R$ 19,761 bilhões para o governo central - ante uma estimativa de saldo negativo de R$ 19,838 bilhões no relatório anterior. Para setembro, a projeção passou de déficit de R$ 25 bilhões para déficit de R$ 24,869 bilhões. Já para outubro, a estimativa do mercado financeiro passou de déficit primário de R$ 492,75 milhões para déficit primário de R$ 55 milhões. O Prisma Fiscal é um sistema de coleta de expectativas do mercado financeiro realizado pela Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Fazenda. Segundo a Fazenda, o objetivo do relatório é acompanhar as principais variáveis fiscais brasileiras.  

Fonte: (Cristiane Bonfanti - Valor)

Total de visita(s): 194

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site.
Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.