Endócrinos advertem para os cuidados com a saúde da mulher

08/03/2018 | 08:51

Dia 8 de março é o Dia Internacional da Mulher

 
Tireoide - Em geral, as mulheres são mais acometidas pelas disfunções tireoidianas do que os homens. Entre as principais estão o hipotireoidismo (quando há insuficiência da glândula tireoide) e o hipertireoidismo (quando a tireoide produz hormônios em excesso). Os endocrinologistas orientam para que as mulheres, especialmente acima dos 40 anos, procurem um médico quando tiverem sintomas importantes, persistentes, ou se notarem aparecimento de nódulo no pescoço. 
“Os sintomas de disfunção tireoidiana, principalmente do hipotireoidismo, podem aparecer por vários outros motivos, mas vale a pena fazer uma dosagem de TSH, que é simples e relativamente barata, quando estes sintomas são persistentes”, explica Dra. Laura Ward, diretora da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo, SBEM-SP. 
Entre os sintomas mais comuns do hipotireoidismo estão: tristeza constante e depressão, desaceleração dos batimentos cardíacos, intestino preso, menstruação irregular, diminuição da memória, cansaço excessivo, dores musculares, sonolência excessiva, pele seca, queda de cabelo e aumento do colesterol no sangue. 
Já o hipertireoidismo apresenta: sensação de calor, aumento da transpiração, fraqueza muscular, mãos trêmulas, batimentos cardíacos acelerados, cansaço, perda de peso, diarreia ou evacuações frequentes, irritabilidade e ansiedade, irregularidade menstrual, infertilidade. 
Diabetes – seja qual for o tipo do diabetes, o controle glicêmico é fundamental. O diabetes gestacional pode ocorrer com qualquer mulher e nem sempre os sintomas são perceptíveis. Por isso, recomenda-se que todas as gestantes façam exames para avaliar a glicose em jejum a partir da 24ª semana de gravidez (início do 6º mês) e façam o teste oral de tolerância à glicose, que é a avaliação da glicemia após estímulo da ingestão de glicose. 
“Portanto o bom controle da glicemia, o maior tempo na meta glicêmica, é fundamental para prevenir esta e outras complicações relacionadas ao diabetes”, comenta Dr. Marcio Krakauer, especialista em diabetes e diretor da SBEM-SP. 
A disfunção sexual do diabetes também pode afetar as mulheres. As altas taxas de glicose, as lesões nos nervos e propensão a infecções genitais são alguns dos fatores que podem afetar a vida sexual dessas pacientes. Entre os sinais da disfunção sexual em mulheres diabéticas estão: falta de interesse em sexo; secura vaginal; desconforto durante a relação sexual; dificuldade maior em chegar ao orgasmo. 
Menopausa - Decorrente da falência da produção dos hormônios estrógenos e da atividade reprodutiva pelos ovários, geralmente ocorre entre 45 e 55 anos. Quando acontece antes dos 40 anos é denominada menopausa precoce, o que pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares (infarto e derrame) e osteoporose. 
“A diminuição da produção dos estrógenos pelos ovários pode causar sintomas que diminuem de forma relevante a qualidade de vida da mulher, como ondas de calor, suores noturnos, secura vaginal, disfunção sexual, alterações de humor como depressão e ansiedade, insônia, diminuição da massa óssea, ganho de peso e alterações do metabolismo”, alerta a Dra. Larissa Garcia Gomes, diretora da SBEM-SP. 
Sobre a SBEM-SP 
A SBEM-SP (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia do Estado de São Paulo) pratica a defesa da Endocrinologia, em conjunto com outras entidades médicas, e oferece aos seus associados oportunidades de aprimoramento técnico e científico. Consciente de sua responsabilidade social, a SBEM-SP presta consultoria junto à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, no desenvolvimento de estratégias de atendimento e na padronização de procedimentos em Endocrinologia, e divulga ao público orientações básicas sobre as principais moléstias tratadas pelos endocrinologistas. 
Serviço: 
http://www.sbemsp.org.br 
https://twitter.com/SBEMSP 
https://www.facebook.com/sbem.saopaulo/ 
https://www.instagram.com/sbemsp/ 
https://www.youtube.com/c/SBEMSP

Fonte: (Regiane Chiereghim - Segs)