O que é a dose fracionada da vacina contra febre amarela

12/01/2018 | 09:11

Estratégia é emergencial e tem respaldo da Organização Mundial de Saúde, mas muita gente ainda tem dúvida se ela é eficaz e como funciona essa proteção

 
Nos próximos meses, a população de municípios de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, escolhidos pelos governos estaduais, vai receber a dose fracionada da vacina, por decisão do Ministério da Saúde. 
E agora? O que isso significa? Essas pessoas não estarão seguras contra a doença? 
Calma, não é bem assim. Da mesma forma que a OMS recomendou a dose única como padrão de imunização para todo o País, foi a própria organização que determinou o fracionamento como opção quando há risco de a doença se expandir em cidades com elevado índice populacional e que não tinham recomendação para vacinação anteriormente. 
Quem garante que a dose menor funciona mesmo? 
Até agora os estudos mostraram que a proteção da dose fracionada, de 0,1 ml, é a mesma da dose padrão, de 0,5 ml. A primeira protege a pessoa por até oito anos, e a segunda, pela vida toda. 
A garantia é nossa 
A garantia é dada diretamente pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Biomanguinhos/Fiocruz), única instituição autorizada a fabricar e distribuir doses fracionadas. A Biomanguinhos fez um estudo com 315 pessoas e concluiu que, passados oito anos desde que foram vacinadas com a dose de 0,1ml, elas ainda tinham anticorpos contra febre amarela no organismo. 

Fonte: (O Estado)