Avanços acompanham tendência mundial no diagnóstico e tratamento de doenças

08/01/2018 | 08:27

 

Há cerca de um mês, um procedimento inédito no Brasil foi realizado no Centro de endoscopia do Hospital Moinhos de Vento. Com o uso de uma protése metálica para drenagem pancreática, chamado de sistema Axios, notou-se uma vantagem em relação aos tratamentos existentes. Além disso, a instituição também passou a contar com o Spyglass, que possibilita a visualização em alta definição das vias biliares e do canal pancreático pela via oral. 
O stent para drenagem de coleções pancreáticas e necrosectomia endoscópica (Axios) está sendo utilizado nos centros avançados de endoscopia. Com o equipamento, o tempo de procedimento foi reduzido de duas horas para apenas 10 minutos, com possibilidade de alta para o paciente no mesmo dia. Além disso, permitiu a remoção de necrose existente na cavidade que se formou após a grave pancreatite que acometeu o paciente anos atrás nos dias seguintes ao procedimento. Anteriormente, essas doenças eram curadas apenas com cirurgia ou tratamentos percutâneos. 
O método teve repercussão significativa nacional e internacionalmente, com destaque durante a Semana Brasileira do Aparelho Digestivo, em Brasília, e também no United European Gastroenterology, realizado em Barcelona. 
Já o Spyglass, adotado há dois meses pela instituição, é acoplado no instrumento convencional de endoscopia biliar, conduzido pelo canal de trabalho deste endoscópio. Suas indicações principais são para a realização do diagnóstico histológico de estenoses biliares sob visão direta e também para a realização da litotripsia a laser em cálculos difíceis das vias biliares. Trata-se de uma nova alternativa, que antes só era possível através de procedimentos cirúrgicos. 
“Trata-se de um avanço formidável no diagnóstico e tratamento das doenças biliares e do pâncreas. Vivemos uma nova era na endoscopia digestiva e o Hospital Moinhos de Vento está acompanhando esta transformação”, ressalta o médico Nelson Heitor Vieira Coelho. 

Fonte: (Anahp)