PE: Segunda morte por dengue em 2017

17/11/2017 | 09:48

 

Jovem de 16 anos, moradora de Itapissuma, foi a segunda vítima confirmada. Estado investiga ainda outros 62 casos. 
Uma adolescente de 16 anos, moradora de Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife, foi a segunda morte por dengue confirmada em Pernambuco neste ano. De acordo com a Secretaria de Saúde do município, óbito aconteceu em fevereiro, mas a morte só foi confirmada agora em novembro. A primeira morte foi de um homem de 67 anos, na capital pernambucana. 
Após passar mal, a jovem foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruz de Rebouças, em Igarassu, e depois foi encaminhada para o Hospital da Aeronáutica, no bairro de Piedade, em Jaboatão, também ambos no Grande Recife. 
A confirmação da causa da morte veio após uma segunda análise de amostra das vísceras da vítima. Até novembro, foram notificadas 104 mortes suspeitas de arboviroses, ou seja, em decorrência de dengue, zika e chikungunya, em Pernambuco, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. Destas, 40 foram descartadas e duas, confirmadas. 
Apesar das mortes confirmadas, a secretaria ressaltou que o diagnóstico laboratorial positivo dos óbitos, para qualquer uma das arboviroses, não necessariamente as confirma como a causa das mortes. A avaliação – seja para descarte ou confirmação – depende da investigação domiciliar e hospitalar do óbito e da discussão de cada caso individualmente no Comitê Estadual de Discussão de Óbitos por Dengue e outras Arbovirores. 
Notificações 
De janeiro a novembro deste ano, foram 4.443 casos de dengue confirmados em Pernambuco e 14.574 notificados. No mesmo período de 2016, o número de casos suspeitos foi de 113.151, o que representa uma redução de 87,1%. 
Neste ano, foram notificados 4.331 casos de chikungunya, com 1.197 confirmações, e 690 de zika. 
A Secretaria Estadual de Saúde lembra que as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti são de responsabilidade dos municípios. Apesar disso, afirma estar à disposição de todas as cidades pernambucanas para prestar apoio técnico. 
Morte no Recife 
A primeira morte causada por dengue neste ano aconteceu no mês de maio. A vítima foi um homem de 67 anos, que morava no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife. O caso do idoso que faleceu foi considerado decorrente de uma febre hemorrágica, sintoma do tipo 2 da dengue. 
Segundo a Secretaria de Saúde do Recife, o homem, que sofria de esquizofrenia, faleceu no primeiro atendimento médico. O quadro dele evoluiu com sinais de choque com hipotensão arterial, extremidades frias e cianose, além de dor abdominal.

Fonte: (G1)